Skip to content

¿Cómo romper los muros entre autor y lectores? | en chat

Outubro 10, 2010
às 19 horas, horário de Brasília (17h em México D.F.; 18h em La Paz/Santiago; 19h em Buenos Aires; 23h em Lisboa; 24h em Berlim), Aderaldo Luciano, Claudio Willer, Fabio Aristimunho, Greta Benitez e Nurit Kastelan discutem o tema Como derrubar muros entre o autor e o publico, em nossa SALA DE DEBATES. Quer saber como acessar o chat?

[ENTRE AQUI]

[ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO]

maizinha

Literatura y los nuevos medios | en chat

Outubro 10, 2010
às 17 horas, horário de Brasília (15h em México D.F.; 16h em La Paz/Santiago; 17h em Buenos Aires; 21h em Lisboa; 22h em Berlim), Lucas Guedes, Rodrigo Capella e Rocio Ceron discutem o tema Literatura em novas midias, em nossa SALA DE DEBATES. Quer saber como acessar o chat?

[ENTRE AQUI]

às 19 horas, é a vez de Aderaldo Luciano, Claudio Willer, Fabio Aristimunho, Greta Benitez e Nurit Kastelan discutirem Como derrubar muros entre o autor e o publico leitor

[ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO]

maizinha

Fotos da abertura, no Sarau Vila Fundão

Outubro 9, 2010

Allan da Rosa, Lila, Rafael Daud e Binho

Fernando Ferrari

E, no final, também tivemos os lançamentos dos livros Tarja Preta, de Zinho Trindade, e Antologia Poesia na Brasa, do Sarau da Brasa.

Zinho Trindade, Fernando Ferrari e Vagner

Literatura en tiempos de la imagen | en chat

Outubro 9, 2010
HOJE, às 19 horas, horário de Brasília (17h em México D.F.; 18h em La Paz/Santiago; 19h em Buenos Aires; 23h em Lisboa; 24h em Berlim), Flávia Rocha, Márcia Tiburi, Martin Barea Mattos e Renan Wladimir Cazé discutem o tema Literatura em tempos de imagem, em nossa SALA DE DEBATES. Quer saber como acessar o chat?

[ENTRE AQUI]

OBS: Ayer, tuvimos problemas técnicos en el acceso de extranjeros a nuestra sala de debate. Felipe Sentelhas, el hombre de la tecnología, está cambiando el servidor de chat para que nadie se queda fuera.

O poeta José Geraldo Neres (Garça/São Paulo, 1966) manda a seguinte pergunta aos debatedores:

  • É possível acreditar que, no ato criativo de um ficcionista, por exemplo, ele já vislumbre uma adaptação para o cinema? 

[ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO]

maizinha

¿Dónde está la crítica? | en chat

Outubro 9, 2010
HOJE, às 17 horas, horário de Brasília (15h em México D.F.; 16h em La Paz/Santiago; 17h em Buenos Aires; 21h em Lisboa; 22h em Berlim), Ana Rüsche, Andrea Catropa, Casé Lontra Marques e Renan Nuernberger discutem o tema Onde está a crítica?, em nossa SALA DE DEBATES. Quer saber como acessar o chat?

[ENTRE AQUI]

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Ayer, tuvimos problemas técnicos en el acceso de extranjeros a nuestra sala de debate. Felipe Sentelhas, el hombre de la tecnología, está cambiando el servidor de chat para que nadie se queda fuera.

O poeta José Geraldo Neres (Garça/São Paulo, 1966) manda as seguintes perguntas aos debatedores:

  • Quando deixaremos de realizar crítica a partir do critério pessoal, deixando que isto influencie na vida ou morte de um livro? 
  • Como podemos divulgar o bastante nossas obras para que um crítico de boa vontade venha a resenhar um desconhecido?

às 19 horas, é a vez de Flávia Rocha, Márcia Tiburi, Martin Barea Mattos e Wladimir Cazé discutirem Literatura em tempos de imagem.

[ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO]

maizinha

Yaxkin Melchy homenageia o Piva

Outubro 9, 2010

Yaxkin Melchy, da Cidade do México, nos manda poema incrível em homenagem ao Roberto
Piva, junto com vídeo, siga a rota

(y los videos virtuales1 son los sueños de los que aún no nacen).


PRÓLOGO A k-PAX

a Roberto Piva en homenaje

estoy componiendo barro
y la orquesta sinfónica del prólogo

aquí dentro de mí voy a escribir porque afuera vive un monstruo
y esta es mi alma hecha de colores un cometa de papel y azufre

aquí en el fondo del océano
a diez mil metros de altura en los tiempos
donde se revuelven las mareas y es pasado y futuro

aquí donde la palabra está sentada en un trono de corales negros
y la luz oscura se parcela y hace rayas y se planta la luz

donde las hojas luminosas se abren y se cosechan los textos inauditos y los ángeles

y los jaguares sigilan como astros-universos que también están aquí concentrados en las galaxias
Ler mais…

FLAP, na Livraria da Folha

Outubro 9, 2010

[LEIA AQUI A REPORTAGEM COMPLETA]

Um trechinho da entrevista concedida à Paula Dume: 

Livraria da Folha – Quais são as expectativas para a quinta edição do evento?
Maiara Este ano, arriscamos bastante. É a primeira vez que faremos debates da Flap por meio de chat, é a primeira vez que não haverá um debate presencial em lugares centrais, mas apenas em um bairro afastado do centro. Nossa expectativa é demonstrar que os debates literários e a poesia devem ser, também, um lugar de encontro das divergências, de formas estéticas diferenciadas, de gerações de escritores, de classes sociais e vozes de todos os cantos. É deixar claro que os festivais de literatura devem servir para aproximar autores e leitores. Devem permitir diálogos entre escritores conhecidos e anônimos –enfim, devem ser, de fato, um panorama da literatura em cena.